quinta-feira, 22 de outubro de 2009

E.C. Santo André

Desde o início do mês o Esporte Clube Santo André vem usando uma camisa diferente nos jogos em casa pelo Brasileirão.

O modelo é amarelo com detalhes azuis. Não custa lembrar que o fornecedor de material esportivo é a italiana Lotto.

Não é de se estranhar o uso desta cor, pois ela está presente no escudo do Clube - assim como o verde, o azul e o branco.

Coincidência ou não, o desempenho com a camisa amarela é melhor do que com o tradicional branco ou o uniforme reserva, azul.

Na estréia, contra o Vitória, o Santo André venceu por 1 a 0. Depois, a equipe recebeu o Fluminense, perdendo por 2 a 1.

Mas na última partida, novamente no estádio Bruno José Daniel, o time surpreendeu o Palmeiras ao ganhar por 2 a 0.

Apresentação do uniforme 3. Foto: Edmilson Magalhães/DGABC

Fundado em 18 de setembro de 1967, o Clube começou a se destacar com o vice-campeonato da Série C em 2003.

No ano seguinte obteve o principal título de sua curta história: derrotou o Flamengo, no Maracanã, na final da Copa do Brasil.

Na temporada passada foi vice-campeão da Série B. Jamais conquistou um título estadual - salvo a 2ª Divisão (74, 79 e 2001).

O apelido - Ramalhão - é uma homenagem ao fundador da cidade de Santo André, João Ramalho.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Uniformes do Bolton



Entre os uniformes da Premier League, raros são tão pouco criativos como os do Bolton. Nada contra a Reebok, mas não são belos. Aliás, o Bolton, fundado em 1874, é um clube que literalmente é patrocinado pela fornecedora de materiais esportivos. A ponto de o estádio do clube se chamar.... Reebok Stadium. Não custa lembrar que o Bolton é o único clube da primeirona inglesa que veste Reebok.

Neste ano, pela primeira vez desde 1990, a empresa também não expõe seu logo ou seu nome nas partes centrais camisas. Um contrato com o site de apostas 188 Bet foi o responsável por essa mudança. Esteticamente falando, ficou ainda mais feio, pois o logo da Bet tem um laranja que polui a parte central da camisa, que já tem umas desncessárias listras azuis na vertical. O uniforme reserva mantém o mesmo design, mas a junção do vermelho com o azul escuro não caiu lá tão bem, apesar de serem as cores do time. O desenho da camisa é que ficou feio mesmo.

O time, que já levantou quatro vezes a tradicionalíssima FA Cup e se mantém desde 2001 na Premier League, errou ao fugir da tradição de usar uniformes lisos, sem frisos ou maiores detalhes. Inventou e perdeu.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Camisa do Arsenal - FA Cup 78/79

A FA Cup (Football Association Cup, ou Copa da Inglaterra) é a mais antiga competição de futebol do mundo, tendo sua primeira edição em 1871/72. O que torna essa competição interessante é o estilo mata-mata, permitindo que equipes menores derrotem os gigantes do torneio. Para se ter uma idéia da grandeza da FA, na temporada 2007/08, foram aceitas 731 equipes na competição!

Na temporada 78/79 aconteceu uma das mais emocionantes finais da Copa. Arsenal e Manchester United duelaram no estádio de Wembley em 12 de maio de 1979. Até os 40 minutos do 2º tempo, os Gunners venciam por 2 a 0 (gols de Brian Talbot e Frank Stapleton). Num intervalo de dois minutos, os Diabos vermelhos empataram o jogo (gols de Gordon McQueen e Samy McIlory). Quando tudo indicava uma prorrogação, Alan Sunderland fez o gol que deu o título ao Arsenal, que jogou esta partida com uma bela camisa amarela com gola e punhos em azul. Se consigo ver bem na foto, me parece que o uniforme foi feito pela Umbro.

Abaixo uma réplica da minha coleção:

video

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Eintracht Frankfurt

Seguindo a dica do meu amigo Bernardo, do blog Ópio do Povo, resolvi dar uma olhada nas camisas do Eintracht Frankfurt para esta temporada. O clube alemão foi fundado em 1899, na cidade de Frankfurt am Main. Conquistou um Campeonato Alemão (1959), uma Bundesliga (1998), quatro Copas da Alemanha (1974, 75, 81, 88) e uma Copa da UEFA (1980). Impresionante como seu uniforme passou por várias transformações até os dias de hoje. Atualmente, quem fornece o material esportivo é alemã Jako (não conhecia), fundada em 1989.

A camisa número um segue um padrão mais clássico, com a faixa horizontal no peito. Destque para as mangas em preto.


A inovação desse ano está nas camisas dois e três, com um detalhe na parte da frente que ainda não entendi muito bem. De qualquer forma, ponto para a Jako por fugir ods padrões usados em outras marcas.



Coritiba Foot Ball Club

O Coritiba apresentou na noite desta terça-feira os uniformes comemorativos pelo centenário do Clube.

O evento contou com a presença de ídolos do passado, que deixaram sua marca ao longo desses 100 anos.

Começamos pelas camisas de goleiro. Foram confeccionados dois modelos: um cinza e outro preto. Ambos trazem o nome do Clube em feltro bordado logo abaixo do distintivo e da logo da Lotto.

Para facilitar a identificação dos times, era assim que as equipes disputavam jogos amistosos na década de 40.

O ex-goleiro Jairo (reserva de Rafael no título brasileiro de 1985) subiu no palco com duas modelos para apresentar as novas camisas.

O uniforme 1 é uma réplica do usado no início dos anos 10. A camisa é toda branca com gola pólo e tem o único escudo da história do Clube que não foi redondo (como o atual). O formato é suiço, com a sigla CFC.

O volante Reginaldo Nascimento foi o responsável por apresentar a camisa. Ele é o jogador que mais vezes defendeu o time na história, com 338 partidas.

O uniforme 2 (o mais bonito, na minha opinião) resgata o que foi usado no primeiro jogo do Clube: gola pólo, listras verdes e brancas na vertical, e calções brancos. O escudo é o do título paranaense de 1916 - redondo, com a sigla CFC, sem a inscrição Coritiba Foot Ball Club Paraná.

Dirceu Krüger - o Flecha Loira - participou da apresentação da camisa. Ele dedicou 43 anos de sua vida ao Clube, conquistou sete títulos estaduais e, entre outras coisas, é o segundo técnico com mais partidas no comando alviverde.

Real Racing Club

Hoje eu apresento o uniforme 2 utilizado pelo Real Racing Club - equipe da 1ª divisão do Campeonato Espanhol.

Por lá, o time também é conhecido simplesmente como Racing. É um modesto clube da cidade de Santander, na Comunidade Autônoma da Cantábria.

O fornecedor de material esportivo do Clube é a SLAM. Numa rápida visita ao site dos caras, percebe-se que futebol não é o forte deles.

Mesmo assim, achei a camisa bonita. A divisão meio-a-meio das cores não é nenhuma novidade, mas a idéia de estendê-la para o calção e os meiões resultou em algo bem diferente do convencional.

Vendo o uniforme em ação, fica claro que foi uma boa idéia. O número dourado caiu bem e a fonte usada é bacana.

Como é de costume no Campeonato Espanhol, o Racing só entra em campo com este uniforme quando joga fora de casa.

O único jogador brasileiro da equipe na atualmente é o zagueiro Henrique - emprestado pelo Barcelona até o final da temporada européia.

Pelo Clube já passaram outros brasileiros, como o volante Felipe Melo e os zagueiros Anderson Silva e Argel.

O meia israelense Yossi Benayoun, hoje no Liverpool, defendeu o Racing entre os anos de 2002 e 2005.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Camisas da Namíbia


Mesmo em ano de Copa do Mundo, a África não deixa de promover a Copa Africana de Nações, torneio que será disputado em janeiro na Angola e que reúne várias figuras de ponta do futebol mundial, como Essien, Drogba e Diarra. Para desespero dos clubes europeus, que vão ficar sem algumas peças fundamentais em seus respectivos campeonatos.

Onze seleções do continente são patrocinadas pela Puma, entre elas a Namíbia, que derrapou nas eliminatórias para o torneio, mas ganhou uniforme novo. A federação de futebol local foi fundada apenas em 1990 e a filiação à Fifa e à Confederação Africana aconteceu dois anos depois. Hoje, a seleção é a 101ª no ranking da Fifa e ficou em último lugar em seu grupo nas eliminatórias para a Copa do Mundo.

As camisas não são das mais belas, mas que são diferentes, isso são. Pergunta se tem colecionador que não vai querer....

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Camisas do Blackburn

Maior surpresa da história da Premier League, o Blackburn, da região de Lancashire, foi campeão na temporada 1994/1995. Foi a única vez desde 1992, marco zero da consolidação profissional do futebol inglês, que um "intruso" roubou a cena e levou a taça. Além do Blackburn, apenas Manchester United, Arsenal e Chelsea foram campeões nos últimos 17 anos. Ou seja, o famoso Liverpool, que fica em uma região vizinha a Blackburn, está há mais tempo em jejum.

Além do título de 1995, o Blackburn tem uma história consolidada. Foram outros dois títulos (1912 e 1914) e seis FA Cup, a tradicional Copa da Inglaterra. Tradicionalíssimo, assim como seu peculiar uniforme, metade azul, metade branco, usado desde a fundação, em 1875. E tradição que é boa deve ser mantida. Portanto, o uniforme número 1 segue com o modelo de sempre, muito interessante, com mudanças apenas na cor da gola e dos punhos (vermelho e branco ao invés de azul e branco).

A maior novidade é a camisa número 2, que pela primeira vez na história tem predomínio do branco. A terceira camisa é a mesma da temporada anterior e é também belíssima, com um azul muito escuro e, também como novidade, duas listras verticais no peito, uma azul mais clara e outra branca. Junção de cores já feita na história, mas nunca de forma tão bem dividida.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

U.D. Almería II

Não achei nenhuma foto boa da camisa usada em uma partida do Campeonato Espanhol, então fui direto ao site do Almería para buscar um desenho que mostrasse bem os uniformes para a temporada 2009/2010.


E já que fui até lá, aproveito para mostrar um pouco mais do segundo uniforme, que eu já havia destacado no post anterior.

Reparem que, em ambos os modelos, nas costas existe uma bandeira da Espanha e outra da Andaluzia.

O Almería é da mesma região do Sevilla - a quem dediquei um post na semana passada.

U.D. Almería I

No sábado passado, o Almería foi ao Camp Nou enfrentar o Barcelona, pela 6ª rodada do Campeonato Espanhol.

O time dos brasileiros Diego (goleiro, ex-Atlético-MG) e Guilherme (lateral-esquerdo, ex-Vasco) perdeu por 1 a 0.

Nem comento a beleza que é a camisa do Barça para a temporada 2009/2010 (em breve, um post dedicado ao clube catalão).


O destaque para mim foi a camisa usada pelo time andaluz. Só pra começar, os uniformes são confeccionados pelo próprio Clube.

Não são uma obra de arte, mas o resultado final ficou bacana. O uniforme dois, usado diante do Barça, é da cor azul turquesa.

A "fabricante" é a UDA (por uma caso, é a sigla para Unión Deportiva Almería). A logomarca escolhida é baseada no Indalo.


O Indalo é uma figura humana baseada em pinturas rupestres do período neolítico. Foi adotado pelos habitantes de Almería como um dos símbolos da cidade. Segundo eles, o Indalo dá boa sorte, atraindo riquezas, abundância e paz.

Em breve vou postar fotos do uniforme um do Almería, que tem listras verticais em vermelho e branco.

AddThis Smart Layers

Contato

camisariafutebolclube@hotmail.com