segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Camisa amarela do Tupi

Novo uniforme estreou contra o Galo. Foto: Vinnícius Silva/Futebol de Minas

O Tupi Foot Ball Club, de Juiz de Fora, apareceu de roupa nova para enfrentar o Atlético no domingo (6), em Sete Lagoas, pela 2ª rodada do Campeonato Mineiro.

Tradicionalmente, o uniforme titular do Galo Carijó é listrado verticalmente em preto e branco (como a camisa do Galo de Belo Horizonte). O reserva é todo branco.

Claudinho Baiano e a camisa. Foto: Vinnícius Silva/Futebol de Minas

Este ano, para homenagear a MRS Logística - patrocinador master da equipe, que estampa sua logomarca nas camisas do Tupi desde 2006 - o Clube decidiu fazer um uniforme usando as cores da empresa.

Dessa forma, o amarelo e azul marcam esse modelo bem diferente dos padrões. Gostei da combinação e do resultado final. Vejo equilíbrio no uniforme. Não há nada exagerado ou de mal gosto. Gostei!

Visão de trás da camisa. Foto: Vinnícius Silva/Futebol de Minas

Assim como a Caldense (clique no nome do time para conferir o post), o Tupi conta com vários patrocinadores além da MRS Logística. Também estão presentes o Banco BMG, Unimed, Victory Suítes e Lupo.

A fornecedora de material esportivo do Tupi é a GSport, uma empresa da própria cidade de Juiz de Fora e que está há 15 anos no mercado. Já produziu os uniformes de Democrata-GV, Entrerriense-RJ e Ateneu, entre outros.

Nova camisa custa R$60,00. Foto: Vinnícius Silva/Futebol de Minas

Atualmente, a GSport trabalha apenas com o Tupi. Gérson Araújo, dono da empresa e torcedor do time, é o autor do layout das camisas da equipe para esta temporada.

Uniformes titular e reserva do Tupi para 2011 (clique na foto para ampliar).

Ah! Faltou dizer que o escudo do time e a logomarca da GSport nas camisas são bordados e termocolantes. E tentem reparar nos detalhes nas listras nos três uniformes. Muito bacana!

Curiosidades

O Tupi foi fundado em 26 de maio de 1912.

Os únicos títulos oficiais são: o Campeonato Mineiro - Módulo II (2001) e a Taça Minas Gerais (2008).

O time de 1966 ganhou o apelido de "Fantasma do Mineirão". Em um amistoso contra o Cruzeiro, em Juiz de Fora, o Tupi venceu por 3 a 2 - jogando contra craques como Tostão, Piazza, Dirceu Lopes, Natal, Zé Carlos e tantos outros. Foi convidado então pelo Atlético para um amistoso. O Galo Carijó venceu por 2 a 1. Foi a vez do América desafiar a equipe juiz-forana. E lá foi o Tupi derrotar o Coelho por 2 a 1. Eis que a Raposa pediu uma revanche. E o Tupi voltou a ganhar do Cruzeiro, desta vez por 2 a 1. As vitórias sobre os três grandes times da capital, e todas no Mineirão, renderam um convite ao Tupi para treinar com a seleção brasileira em Caxambu-MG. Mesmo com Pelé e Garricha, o Brasil não saiu do 1 a 1 com o Galo Carijó.

Time-base do Tupi em 1966 (4-2-4): Waldir, Manoel, Dario Mendes, Murilo e Walter. França e Mauro. João Pires, Toledo, Vicente e Eurico. O técnico era Geraldo Magela Tavares.

O Tupi já disputou a Série C do Campeonato Brasileiro 11 vezes. A melhor colocação foi o 4º lugar, em 1997.

O Tupi esteve nas duas últimas edições da Série D do Campeonato Brasileiro. Foi 5º em 2009 e 19º em 2010.

O Tupi participou da Copa do Brasil duas vezes. Em 2004 eliminou o Bangu, mas caiu diante do Flamengo na fase seguinte. Em 2005 não passou pelo Criciúma.

4 comentários:

Ígor Demolinari disse...

Foi em 2009 que o Tupi não passou pelo Criciúma na Copa do Brasil.

Anônimo disse...

Todas as camisas do Tupi são bens feias...

Anônimo disse...

feias? kkk vc chama essa amarela ai de feia? a blz se bambiar a do seu time e bem pior

Anônimo disse...

coisa horrorosa esta camisa amarela, ridículo, poderia mesclar as cores. eu como antigo torcedor e ex-jogador dos juvenis não consigo engolir esta camisa uhrg!!

Postar um comentário

AddThis Smart Layers

Contato

camisariafutebolclube@hotmail.com